TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Sábado, 09 de Novembro de 2013

Até que o sol não brilhe, acendamos uma vela na escuridão.

(Confúcio)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Dores da ausência

 

 

A bagunça da minha cabeça

Aperta o peito meu,

A saudade do teu beijo

Me deixa um tanto ateu.

 

Perco a fé

E tenho febre

No frio da tua ausência

Minha dor é de carência.

 

Tua chegada é incerta

Minha utopia ainda é vê-la

De madrugada acendo uma vela

Faço prece

Sem pressa de terminar

Pois enquanto oro

Sinto você me abraçar.

 

Clamo à lua com fervor

Teu rosto em minha mente

Leva-me aos prantos

E lava-me das mágoas e dores

Que toda essa ausência me causa.

 

 (Vitoriano Bill)

publicado por artedasao às 12:27
 O que é? |  O que é?

pesquisar
 
Novembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Arte da São
conter12

blogs SAPO


Universidade de Aveiro