TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Quarta-feira, 26 de Junho de 2013

(Dizem que quem canta seus males espanta? Por favor, que rufem os tambores, que os sinos toquem e a orquestra me acompanhe.)

 

(Day Anne)


                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

O Som dos Tambores

 

Sem rotas, sem mapas, sem portas, sem passes.

 

Cem passos os gritos torpedos, os sentimentos sem rumo, as dores.

 

Compassos, o desespero, os arranhões, a vermelhidão.

 

Os vergões nas frestas das feridas abertas, na alma rasgada.

 

Soluços de medo cortando a escuridão.

 

Anseios

 

Vertigens

 

Náuseas

 

Convulsões

 

Coragem em contracções parindo o urro da mulher forte

 

Gerados em interrogações.

 

(Rosa Berg)


publicado por artedasao às 20:54

pesquisar
 
Junho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan

blogs SAPO


Universidade de Aveiro