TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Sábado, 31 de Agosto de 2013

Menino dos olhos verdes

Me dá água pra beber

Não é sede, não é nada...

É só vontade de te ver.

(Rihannasol)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

A Lua (dizem os ingleses),

É feita de queijo verde.

Por mais que pense mil vezes

Sempre uma ideia se perde.

 

E era essa, era, era essa,

Que haveria de salvar

Minha alma da dor da pressa

De... Não sei se é desejar.

 

Sim, todos os meus desejos

São de estar sentir pensando...

A Lua (dizem os ingleses)

É azul de quando, em quando.

 

(Fernando Pessoa)

 

publicado por artedasao às 11:04

Sexta-feira, 30 de Agosto de 2013

(Feita por encomenda, para entrega de Uma Prenda)

 

(A embalagem atrai, mas o que o que nos prende é o conteúdo.) (Eduardo Alencar)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Quando à corte silente do pensar

Eu convoco as lembranças do passado,

Suspiro pelo que ontem fui buscar,

Chorando o tempo já desperdiçado,

 

Afogo olhar em lágrima, tão rara,

Por amigos que a morte anoiteceu;

Pranteio dor que o amor já superara,

Deplorando o que desapareceu.

 

Posso então lastimar o erro esquecido,

E de tais penas recontar as sagas,

Chorando o já chorado e já sofrido,

 

Tornando a pagar contas todas pagas.

Mas, amigo, se em ti penso um momento,

Vão-se as perdas e acaba o sofrimento.

 

(William Shakespeare)

 

publicado por artedasao às 14:37

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

(Mais Trabalhos em Scrap Feitos Por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

De que são feitos os dias?

- De pequenos desejos,

vagarosas saudades,

silenciosas lembranças.

 

Entre mágoas sombrias,

Momentâneos lampejos:

vagas felicidades,

inactuais esperanças.

 

De loucuras, de crimes,

de pecados, de glórias

- do medo que encadeia

todas essas mudanças.

 

Dentro deles vivemos,

dentro deles choramos,

em duros desenlaces

e em sinistras alianças...

 

(Cecília Meireles)

 

publicado por artedasao às 12:13

Quarta-feira, 28 de Agosto de 2013

(A Arte de Trabalhar Cartolina Passo a Passo)


(Aceito Encomendas)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Por Perto

 

Estarei por perto

na dança do vento

nas folhas que caem

no teu pensamento

nas ondas serenas

a me propagar

 

Estarei por perto

no brilho do sol

na claridade da lua

na areia

na espuma

nas estrelas-do-mar

 

Estarei por perto

na fina garoa

na tempestade que assola

na emoção que devora

nos momentos

nas horas

que hás-de contar

 

Estarei por perto

mais perto que nunca

pois eternizo o momento

neste branco violento

e só eu sei o quanto me custa...

 

Estarei por perto

por já não estar

por ter ido sonhar

 

Enfim estou por perto

 

Estou por perto por ter coragem

Estou por perto por seguir viagem

Estou porque posso voltar

 

Lúcia Gönczy

 

publicado por artedasao às 11:37

Terça-feira, 27 de Agosto de 2013

(Farol na Foz do Rio Ave em Vila do Conde)

 

(A inteligência é o farol que nos guia, mas é a vontade que nos faz caminhar.)

(Érico Verrísimo)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Não há cura sem dor, nem lua sem sol,

 

Não há eu sem você, nem porto sem farol.

 

Não há céu sem estrelas, nem rumo sem fim,

 

Não há seca sem chuva, nem você sem mim.


 

(Marcos Rios)

 

publicado por artedasao às 11:56

Segunda-feira, 26 de Agosto de 2013

(Foto parcial de mais uma exposição de vários trabalhos elaborados por mim)

 

               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Li um dia, não sei onde

 

Li um dia, não sei onde,

Que em todos os namorados

Uns amam muito, e os outros

Contentam-se em ser amados.

 

Fico a cismar pensativa

Neste mistério encantado...

Digo pra mim: de nós dois

Quem ama e quem é amado?...

 

(Florbela Espanca)

 

publicado por artedasao às 12:47

Domingo, 25 de Agosto de 2013

(Mais um Trabalho Feito por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Há um pássaro azul no meu coração que quer sair mas eu sou demasiado duro para ele, e digo, fica aí dentro, não vou deixar ninguém ver-te.


Há um pássaro azul no meu coração que quer sair mas eu sou demasiado esperto, só o deixo sair à noite por vezes quando todos estão a dormir. Digo-lhe, eu sei que estás aí, por isso não estejas triste.


Depois, coloco-o de volta, mas ele canta um pouco lá dentro, não o deixei morrer de todo e dormimos juntos assim com o nosso pacto secreto e é bom o suficiente para fazer um homem chorar, mas eu não choro, e tu?

 

(Charles Bukowski)


publicado por artedasao às 14:49

Sábado, 24 de Agosto de 2013

(Não se preocupe com o tamanho da sua oferta; Aquele que recebe sentirá, a grandiosidade da sua intenção ")

(Rose Mary Prates)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

"Fim de Romance "

 

O envelope pequeno, cor-de-rosa, a letra fina, trémula e nervosa traçara um nome: o meu...

 

Abrindo-o, tinha as mãos frias, tremendo, e olhos nublados, sem querer, fui lendo o que ela me escreveu:

 

"... Perdoa, meu amor, se és o culpado deste fim de romance, - o teu ciúme por tanto tempo tem-me torturado que hoje inquietantes proporções assumem.

 

Ele povoou de sombras o meu passado, passado que em tão pouco tempo se resume: alguns anos vazios, e um punhado de sonhos que murcharam, sem perfume.

 

No presente, tornou-nos infelizes...

 

Se te fez desgraçado, a mim também, mas já não quero que te martirizes...

 

É preciso que eu parta e isto te diga, perdoa pois quem tanto te quis bem, sou, tua muito desgraçada amiga..."

 

Vinha depois seu nome, vinha um nome que da minha alma o tempo não consome e eu vivo a soletrar, desde a alvorada até que a tarde desce, se de dia é meu canto, é a minha prece à hora de me deitar!...

 

(j g araujo)

 

publicado por artedasao às 11:39

Sexta-feira, 23 de Agosto de 2013

(Toda mentira é uma toalha de mesa, que um dia será lavada)

(Bruno Justiça)


                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

"Toalhas"

 

Existem coisas que não saem,

é como aquelas manchas em toalha,

uma taça de vinho derramada,

que deixa aquela marca,

nada pode tirar...

O tempo passa a toalha vai ficando velha,

se desgastando, forra outras mesas,

sorri com convidados novos, enfeita festas,

coloca-se um guardanapo para disfarçar,

mas, não adianta, ela, a mancha, está lá...

Marcando, as pessoas nem percebem,

pensam ser uma nova toalha, não é...

Está lá...

Algumas nunca saem, por mais que se tente,

existem manchas, que foram feitas...

Para determinadas toalhas...

A maioria das toalhas tem suas manchas,

umas até gostam de ser manchadas, sujas,

o branco puro as incomoda...

Que seja...

 

(Edmilson Lourenço)


publicado por artedasao às 11:15

Quinta-feira, 22 de Agosto de 2013

(A arte de Dançar alimenta minha alma, eleva meu espirito e aquece meu coração...")

(Ricardo Isamu Ibarra)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Hoje eu quero meus pés descalços;

Quero dançar como se não tocasse o chão.

Quero Minh ‘alma preenchendo os espaços.

Hoje eu quero o mundo na palma da mão...

 

Que para tudo haja o momento exacto.

Que seja possível... Que não haja demora...

Porque eu não tenho a obrigação de ser feliz pra sempre...

Desde que eu consiga ser feliz agora.

 

(Uilton David)

 

publicado por artedasao às 11:03

Quarta-feira, 21 de Agosto de 2013

(Capela dos Ossos em Évora Situada na Igreja de São Francisco, Construída no Século XVII)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Nossos Irmãos ou Ossos Irmãos?

 

Fome minha, fome tua.

Desespero ao meu redor...

Tu viestes nua e crua,

Transformando vida em pó.

 

Só o descaso a ti faz forte,

Insaciável, doentia.

Tal presença traz a morte,

Ao findar de tua agonia.

 

Sem ter de que viver,

A chorar de fome e dor.

(N) Ossos irmãos nos fazem ver,

Retratos da miséria, imagens do horror.

 

Indomável sofrimento,

Que elevado em demasia.

Trás a tona esse tormento,

Mergulhado em hipocrisia.

 

Insensível é (O) ser humano,

Desprovido de emoções,

Criador de um mal insano,

Condenado gerações.

 

Mas por detrás dessa rotina,

Um sorriso de criança.

A zombar de nós, uma menina.

Qual seu nome? ESPERANÇA!!!

 

(Marcus Vinicius S. Rocha)

 

 

publicado por artedasao às 10:49

Terça-feira, 20 de Agosto de 2013

(Um Olhar o Paço dos Duques de Bragança, Guimarães)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Abra a janela do teu coração e deixe a alma arejar!

Sabe aquele cheiro de mofo de sonhos que envelheceu e você nem se deu conta?

Deixe que o vento leve para longe...

Deixe a luz inundar tudo, apagar as marcas das decepções, as tristezas das derrotas e da mania de sofrer por sofrer e acima de tudo, permita que o sol derreta o gelo da solidão.

Apaixone-se por um sorriso e sorria junto, ilumine as janelinhas dos olhos...

Ame a pessoa que o espelho reflete todas as manhãs.

Faça florescer todos os campos que sua vista alcança.

Vá além, muito além....

Abra a janela da vida e seja pleno em cada coisa ainda que pareça pequena.

Viva com a espontaneidade de uma criança.

Debruce na janela e não olhe a vida passar através dela... Viva! "

 

(Autor desconhecido)

 

publicado por artedasao às 12:20

Segunda-feira, 19 de Agosto de 2013

Leilão de Jardim

Quem me compra um jardim com flores? Borboletas de muitas cores, lavadeiras e passarinhos, ovos verdes e azuis nos ninhos?

(Cecília Meireles)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

 

 

Último Soneto

 

 

Que rosas fugitivas, foste ali!

Requeriam-te os tapetes, e vieste...

--- Se me dói hoje o bem que me fizeste,

É justo, porque muito te devi.

 

Em que seda de afagos me envolvi

Quando entraste, nas tardes que apareceste!

Como fui de percal quando me deste

Tua boca a beijar, que remordi...

 

Pensei que fosse o meu o teu cansaço ---

Que seria entre nós um longo abraço

O tédio que, tão esbelta, te curvava...

 

E fugiste... Que importa? Se deixaste

A lembrança violeta que animaste,

Onde a minha saudade a Cor se trava?...

 

(Mário de Sá-Carneiro)


publicado por artedasao às 12:47

Domingo, 18 de Agosto de 2013

(Espigueiro, também chamado Canastro ou Caniço, este Reconstruido em Vila Praia de Âncora)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Ignorância Sábia

 

 

Aconteceu aos verdadeiros sábios o que se verifica com as espigas de trigo, que se erguem orgulhosamente enquanto vazias e, quando se enchem e amadurece o grão, se inclinam e dobram humildemente. Assim esses homens, depois de tudo terem experimentado, sondado e nada haverem encontrado nesse amontoado considerável de coisas tão diversas, renunciaram à sua presunção e reconheceram a sua insignificância. (...) Quando perguntaram ao homem mais sábio que já existiu o que ele sabia, ele respondeu que a única coisa que sabia era que nada sabia. A sua resposta confirma o que se diz, ou seja, que a mais vasta parcela do que sabemos é menor que a mais diminuta parcela do que ignoramos. Em outras palavras, aquilo que pensamos saber é parte — e parte ínfima — da nossa ignorância.

 

(Michel de Montaigne, in 'Ensaios)

 

publicado por artedasao às 11:24

Sábado, 17 de Agosto de 2013

(O pessimista é aquele que reclama de barulho, quando a oportunidade bate à sua porta.)

(Michael Levine)


                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Azul

 

 

Azul é o mar, sob o horizonte

Azul é céu, Azul é o monte

Azul é o vago, Azul é a ponte

Azul é o olho que mira esta fonte.

 

Azul de beleza, de sonho sem fim

Azul de esperança, pintada por mim

Azul é teu nome, ninfa prateada

Azul teu cabelo, minha selva encantada.

 

Azul infinito, onde mora o querer

Azul de conflito, entre o ser e o não ser

Azul de desejos, azul de ilusão

Azul, me refiro ao meu coração.

 

(Evan do Carmo

publicado por artedasao às 11:51

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013

(Mais um Trabalho Em scrapbooking, Feito Por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Canção do dia de sempre

 


Tão bom viver dia a dia...

 

A vida assim, jamais cansa...

 


Viver tão só de momentos

 

Como estas nuvens no céu...

 

 

E só ganhar, toda a vida,

 

Inexperiência... esperança...

 

 

E a rosa louca dos ventos

 

Presa à copa do chapéu.

 

 

Nunca dês um nome a um rio:

 

Sempre é outro rio a passar.

 

 

Nada jamais continua,

 

Tudo vai recomeçar!

 

 

E sem nenhuma lembrança

 

Das outras vezes perdidas,

 

Atiro a rosa do sonho

 

Nas tuas mãos distraídas...


 

(Mario Quintana)

 

publicado por artedasao às 18:16

Quinta-feira, 15 de Agosto de 2013

Se você só tem uma árvore você tem que decidir; faz dela lenha para se aquecer do frio ou usa a sua sombra para se proteger do sol.

(Alan G. Basilio)

 

               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Mundo Ingrato

 

 

Já não sei se sei

Já não sei quem sou.

Mas bem que tentei,

Saber onde eu vou.

 

Já perdi o rumo,

Qualquer lado é lado.

Assim me consumo,

Triste e calado.

 

Eu estou com medo,

Ver tanta injustiça.

Que ataca cedo,

Por ter quem atiça.

 

Quem tinha cem casas,

Já não tem nenhuma.

É melhor ter asas,

Pra sumir com a bruma.

 

Será preferível

Morrer bem ligeiro;

E não ver o incrível

Mundo traiçoeiro.

 

Abrigar o belo

E o que é querido;

Dar nosso castelo

Prato dividido.

 

É bem fácil, creio,

Mas não tem virtude.

Quero ver do feio

Quem é que ajude!

 

Descartar ligeiro é

Mais conveniente,

Que dar travesseiro

A um indigente,

 

Eta mundo ingrato

Que não toma jeito.

Quem é belo, eu trato;

Piso em quem há defeito.

 

(Dionísio Reis (ijoreis )



publicado por artedasao às 16:18

Quarta-feira, 14 de Agosto de 2013

(Sentei na varanda e observei como as pessoas pareciam felizes... Mas só pareciam.)

(Day Anne)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

A menina na janela

A água que ferve na panela

O passarinho que pousa na varanda

A chuva que o céu nos manda

O garoto que joga futebol

O peixe que escapa do anzol

Todo dia e a toda hora

Ao nosso lado e pelo mundo afora

Onde estamos

E aonde nem sequer imaginamos

Há poesia até no ar

Basta olhar sentir, reparar

 

(TinaBauCouto)

 

publicado por artedasao às 12:02

Terça-feira, 13 de Agosto de 2013

(Ponte pedonal na margem do Rio Ave em Vila do Conde)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Identidade Matei a lua e o luar difuso.

Quero os versos de ferro e de cimento.

E em vez de rimas, uso

As consonâncias que há no sofrimento.

 

Universal e aberto, o meu instinto acode

A todo o coração que se debate aflito.

E luta como sabe e como pode:

Dá beleza e sentido a cada grito.

 

Mas como as inscrições nas penedias

Têm maior duração,

Gasto as horas e os dias

A endurecer a forma da emoção.

 

(Miguel Torga)

 

publicado por artedasao às 14:30

Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013

(Painel em Azulejos na Estação de S. Bento, Uma das Mais Bonitas Estações ferroviárias do Mundo, Este Quadro Representa o Egas Moniz Apresentando-se com a Mulher e Filhos ao Rei Leão (Século XII)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Rei

 


Viva a vida da sua maneira

 

Não deixe que nada te impeça

 

Nem que te digam qualquer asneira

 

Grite, esbraveje e faça uma arruaça

 

 

Faça sempre prevalecer a sua opinião

 

Deixe pensarem o que bem entender

 

Pois aqui não importa o que pensam

 

O importante é o seu querer

 

 

Você é rei em seu mundo

 

Você pode fazer o que desejar

 

Mesmo que seja um tanto vagabundo

 

Ainda assim você pode os ignorar

 

 

(Valéria Bischof)

 

publicado por artedasao às 15:15

Domingo, 11 de Agosto de 2013

(Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar.)

(Dalai Lama)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Tu eras também uma pequena folha

que tremia no meu peito.

O vento da vida pôs-te ali.

A princípio não te vi: não soube

que ias comigo,

até que as tuas raízes

atravessaram o meu peito,

se uniram aos fios do meu sangue,

falaram pela minha boca,

floresceram comigo.

 

(Pablo Neruda)


publicado por artedasao às 11:32

Sábado, 10 de Agosto de 2013

(Bicicleta de 1880 encontrada em Portugal e está em exposição no Museu do Carro Antigo no Caramulo)

 

(A vida é igual andar de bicicleta. Pra manter o equilíbrio é preciso se manter em movimento.)

(Albert Einstein)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Vamos sair para brincar

Aprendendo a andar de bicicleta

Caindo, levantando e tentando de novo

Enquanto somos crianças

 

Vamos sair para namorar

Esquecer de tudo

Curtindo a vida

Enquanto somos jovens

 

Vamos sair para trabalhar

Mostrando nosso melhor

Enquanto somos adultos

 

Vamos sair com nossos filhos

Aproveitando enquanto eles são crianças

Tentando fazer o tempo parar...


 (Deborah Akemi Suetugo)

 

publicado por artedasao às 12:14

Sexta-feira, 09 de Agosto de 2013

(Escreve as ofensas na areia e os benefícios no mármore.)

(Benjamim Franklin)


                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Na mesma pedra se encontram,

Conforme o povo traduz,

Quando se nasce - uma estrela,

Quando se morre - uma cruz.

Mas quantos que aqui repousam

Hão-de emendar-nos assim:

"Ponham-me a cruz no princípio...

E a luz da estrela no fim!"

 

(Mario Quintana)

 

publicado por artedasao às 12:22

Quinta-feira, 08 de Agosto de 2013

(As oportunidades são como o nascer do Sol: se você esperar demais, vai perdê-las.)

(William George Ward)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


Ser Feliz... 

 


Ser feliz é abrir a janela a cada manhã e poder ver o nascer do sol,

 

É acreditar que em meio à escuridão

 

Há uma luz que brilha,

 

Uma luz que está dentro de você, no seu coração,

 

Que vai-te ajudar a escolher qual o caminho certo a seguir.

 

 

Ser feliz é ter a esperança de um futuro melhor,

 

Onde guerras, violência e maldade não existem.

 

É observar o sorriso de uma criança

 

E o brilho das estrelas...

 

É perceber que mesmo além das diferenças

 

Somos todos irmãos,

 

E temos que tratar os outros do mesmo modo que gostaríamos que os outros nos tratassem...

 

 

É, isso é ser Feliz!

 

 

(Vaniele Oliveira)

 

publicado por artedasao às 14:09

Quarta-feira, 07 de Agosto de 2013

(Imagem do Jardim do Oriente no Bombarral) 

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Sonho Oriental

 

 

Sonho-me às vezes rei, n'alguma ilha,

 

Muito longe, nos mares do Oriente,

 

Onde a noite é balsâmica e fulgente

 

E a lua cheia sobre as águas brilha...

 

 

O aroma da magnólia e da baunilha

 

Paira no ar diáfano e dormente...

 

Lambe a orla dos bosques, vagamente,

 

O mar com finas ondas de escumilha...

 

 

E enquanto eu na varanda de marfim

 

Me encosto, absorto n'um cismar sem fim,

 

Tu, meu amor, divagas ao luar,

 

 

Do profundo jardim pelas clareiras,

 

Ou descansas debaixo das palmeiras,

 

Tendo aos pés um leão familiar

 

 

(Antero de Quental)

 

publicado por artedasao às 12:13

pesquisar
 
Agosto 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro