TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Quinta-feira, 06 de Setembro de 2012

                                  >>>>>>>><<<<<<<<

                                  >>>>>>>><<<<<<<<

Dói mergulhar em um retracto

E lembrar-se de um tempo

Que o vento levou

Dói assistir o passado

Com a lembrança do lado

Com a dor do que já passou

 

Porquê, que tem que ser assim

Porque o passado não volta para mim

Porque eu não sou mais quem achei ser

Porque o relógio parou de tocar

Porque as fotos não podem voltar

Porque o tempo que já passou

Jamais vai chegar

 

Sempre perguntei as verdades nas horas erradas

Mais sempre soube e sei

Qual a carta marcada, do jogo da vida

Mais, o que posso fazer se o passado jamais vai voltar

Algo que me machuca que me sacode que me faz chorar

Sei que as marcas do tempo

 

Levada pelos ventos

São momentos quaisquer

Mais, também sei que a verdade

Só é felicidade, quando tem o que quer.

 

(William Diniz)

 

publicado por artedasao às 15:51

pesquisar
 
Setembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15





Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan

blogs SAPO


Universidade de Aveiro