TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Domingo, 01 de Dezembro de 2013

"A confiança é um prato que não pode ser quebrado"

(Aldo Teixeira)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Se eu fosse uma cozinheira

Lhe daria um prato de sopa

Mas como sou uma jovem,

Lhe dou um beijo na boca.

 

Eu amo teu sorriso,

Eu amo teu modo de falar,

Fico perturbada e sem jeito,

Quando vejo teu olhar

 

(Deborah)

 

publicado por artedasao às 16:10

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2013

(Pintado com  Découpage)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Sobre Mesa

 

A vida nos serve de jantar

Frutas e um belo prato principal

Horas, minutos, segundos

Tempo é o que comemos

Desfrutar serenamente

Pois após a comilança

Nada restará

Talheres de prata

Vasos, pratos e cristais

Tudo se foi

Junto com o jantar

As conversas

Os amigos, as promessas

O vazio é o que nos resta

Se der, sente-se a mesa

Deguste cada fruta

E no prato principal

Desfrute como nunca.

 

(Guilherme)

publicado por artedasao às 13:04

Domingo, 03 de Novembro de 2013

(Tabuleiro de Vidro Trabalhado com Papel de Arroz)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Linhas travessas

 

 

Deus escreve direito por linhas tortas;

por linhas travessas,

mas travessas fazem caminho perfeito,

como uma linha de comboio,

que, com seus vagares,

com suas pressas

e mesmo curvando

chega à estação final,

graças às travessas na linha,

que permitem o grande feito,

desde a partida à chegada

chegar-se direito,

que é o que queremos na vida,

como uma linha de comboio,

segura por linhas de travessas,

chegar sem travessas partidas!

 

(Silvino Taveira Machado Figueiredo)

 

publicado por artedasao às 13:06

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013

Caridade

 

Faz das mãos prato

Do corpo cobertor

De cada palavra

Um ato de amor.

 

(Karl Marx Valentim Santo)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Bom dia: Desperte!

Beba logo uma xícara de sorrisos e,

Coma um prato de bom humor!

Tome um banho de alegria

Vista-se de esperança

Perfume-se com paciência

E estará pronto para enfrentar o dia!

 

(A. Higa)

 

publicado por artedasao às 12:06

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2013

(Prato Pintado a verde de notar que esta Técnica de Pintura são sempre peças únicas)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

 

Cada ano que se passa

Só confirma o início

Hoje atritamos taças

Comemorando o mútuo vício

 

O amor que se renova

É como o que não se acaba

Sempre brinda o começo

Num ciclo eterno para cada

 

Todos os dias comemoro

Por você estar comigo

Juro ser seu companheiro

Um amante e amado; amigo

 

Se isso te apetecer

Façamos sempre assim

Dou-te sempre meu amor

E você dá o seu pra, mim

 

(Ivan Lyra)

 

publicado por artedasao às 14:45

Domingo, 28 de Abril de 2013

(Prato em Vidro com Técnica do Pingado e com folha de Alumínio)


                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


Hoje é um dia simples

Sem data especial

Sem nada de diferente

Eu caminho pela casa sozinha

A lua parece alegre no céu

Tudo conspira pra minha alegria

Mas falta um pedaço

O melhor pedaço

Uma tristeza no peito

Uma confusão na cabeça

Quando o dia chega encontro refugio

Mas coisas importantes que faço

Mas a noite eu adoeço de solidão

E toda a minha imaginação

Vira minha companhia

As vezes boa, as vezes má

É tão estranho viver sem mim

Me sinto uma turista na minha própria vida

Passeando

Conhecendo cada canto meu

Sentindo desinteresse por tudo

E pensando no que realmente me faz bem

Queria, me transportar pra perto de você

E me recarregar no calor do seu abraço

No seu carinho sincero

Na sua força perfeita

Mas desmereço tudo

E vivo desse deserto

Dessa ventania de areia na cara

Procurando, tentando sem sucesso

Por alguém que não esta mais

Que não vive mais

Isso me faz tão pequena

Por trás de toda minha vida

Eu subestimei o destino

E agora estou de novo aqui...

 

(Carla Veloso)

 

publicado por artedasao às 14:51

Sábado, 13 de Abril de 2013

(Prato em vidro trabalhado com emblema Rotary Clube da Trofa e papel de Arroz)

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Bom dia, desperte!

Beba logo uma xícara de sorrisos,

Coma um Prato de bom humor!

Tome um banho de alegria

Vista-se de esperança

Perfume-se com paciência

E estará pronto para enfrentar o Dia!

 

(A. Higa)

 

publicado por artedasao às 13:31

Domingo, 17 de Março de 2013

(Prato em Barro trabalhado com pasta de modelar)

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Código de Barro

 

Tenha sempre a prudência, o velho tino

De saber que não sabe tão profundo

Sobre a vida; os mistérios; o destino;

As verdades de agora e de além-mundo...

 

Se nem sei de qual dom sou oriundo,

Vim brincar de viver; eis o menino

Sob a capa do sábio moribundo

Que descobre-se apenas um cretino...

 

Saibam todos que nosso tudo; é nada,

Somos terra batida nesta estrada

Viciada - nos traga igual cigarro...

 

Não voamos além do próprio chão,

Nem viemos dotados de visão

Para ler nosso código de barro...

 

(Demétrio Sena - Magé - RJ.)

 

publicado por artedasao às 13:32

Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2013

(Prato em vidro trabalhado com a técnica de guardanapo)

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Arroz, feijão, bife, ovo. Isso, nós temos no prato, é a fonte de energia que nos faz levantar de manhã e sair para trabalhar. Nossa meta primeira é a sobrevivência do corpo. Mas como anda a dieta da alma?

Outro dia, no meio da tarde, senti uma fome me revirando por dentro. Uma fome que me deixou melancólica. Me dei conta de que estava indo pouco ao cinema, conversando pouco com as pessoas, e senti uma abstinência de viajar que me deixou até meio tonta. Minha geladeira, afortunadamente, está cheia, e ando até um pouco acima do meu peso ideal, mas me senti desnutrida. Você já se sentiu assim também, precisando se alimentar?

Revista, jornal, internet, isso tudo nos informa, nos situa no mundo, mas não sacia. A informação entra dentro da casa da gente em doses cavalares e nos encontra passivos, a gente apenas selecciona o que nos interessa e despreza o resto, e nem levantamos da cadeira neste processo. Para alimentar a alma, é obrigatório sair de casa. Sair à caça. Perseguir.

Se não há silêncio a sua volta, cace o silêncio onde ele se esconde, pegue uma estrada de terra batida, visite um sítio, uma queda de água, ou vá para a beira da praia, o litoral é bonito nesta época, tem uma luz diferente, o mar parece maior, há menos gente.

Cace o afecto, procure quem você gosta de verdade, tire férias de rancores e mágoas, abrace forte, sorria, permita que lhe cacem também.

Cace a liberdade que anda tão rara, liberdade de pensamento, de atitudes, vá ao encontro de tudo que não tem regras, patrulha, horários. Cace o amanhã, o novo, o que ainda não foi contaminado por críticas, modismos, conceitos, vá atrás do que é surpreendente, o que se expande na sua frente, o que lhe provoca prazer de olhar, sentir, sorver. Entre numa galeria de arte. Vá assistir a um filme de um director que não conhece. Olhe para sua Cidade com olhos de estrangeiro, como se você fosse um turista. Abra portas. E páginas.

Arroz, feijão, bife, ovo. Isso me mantém de pé, mas não acaba com meu cansaço diante de uma vida que, se eu me descuido, torna-se repetitiva, monótona, entediante. Mas nada de descuido. Vou, me entupir de calorias na Alma. Há fartas sugestões no cardápio. Quero engordar no lugar certo. O ritmo dos dias é tão intenso que às vezes a gente esquece de se alimentar direito.

 

(Martha Medeiros)

 

publicado por artedasao às 13:28

Domingo, 17 de Fevereiro de 2013

(Uma das minhas exposições na Trofa, com vários trabalhos)

 

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

 

 

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

 

Cinco Coisas

 

Eram cinco pessoas: aquele que se sentia amado, o que acredita no sucesso e era bem-sucedido, o incrédulo que em nada cria, o justíssimo que clamava a igualdade e o que acreditava na verdade.

Muito bem: analisemos as cinco distintas pessoas acima:

Em um dia ensolarado, saiu o que se sentia amado, pela esposa, pelos filhos, pelos amigos….Ele sentia-se completo, exigia de seus subordinados máxima destreza e era infalível com horários. Buscava sempre o melhor de todos, fazendo com que todos quisessem dar seu melhor…. Todavia, um dia encontrou o incrédulo, que em nada cria e este, lhe disse, amado, tens um problema?

Qual, perguntou ao incrédulo? Mesmo sentindo-se amado, ilustre, sensato, não dá a reciprocidade daquilo que sentes, oprime ao máximo aqueles que te rodeiam e te sente amado…. Mas pelo quê? Pela tua beleza? Competência?

Mediante isso, o amado contesta o incrédulo: diz-se isso, por que em nada acredita! Por que és infeliz em tua incredulidade e assim deseja que os outros o sejam!

Neste momento, entra na sala o justíssimo, escutando a profecia e interfere: Ambos são iguais, de formas opostas, concluo, pois nem tu amado dá a reciprocidade ao alheio e, menos ainda tu, incrédulo, acredita em alguma coisa….

Feliz, sou eu, que justamente compreende a vida e faço justiça quando necessito, colocando cada um em seu lugar… de forma exemplar…. 

Entrementes, o bem-sucedido invade a reunião ao escutar tamanha discussão e logo interpela: Amado e não ama? Incrédulo e crê que alguém precisa mudar? Justo que busca a igualdade, mas prevê que todos são iguais, não levando em conta as diferenças individuais... Estão todos vocês loucos…. Certo, estou eu, que sou bem-sucedido, pois nada, julgo em tudo creio e amo a medida que sou amado……

Ouvindo um barulho à porta, os quatro homens viraram-se e notaram a entrada daquele que acreditava na verdade e, então, perguntaram-lhe: O que você acha a respeito disso tudo?

Passado um minuto de reflexão explanou: Acho que na verdade, só se é amado quando existe em nós a capacidade de amar e, para que isso ocorra, é necessário acreditar em algo, seja no que for, até mesmo no ar que respiramos e, mesmo que não possamos vê-lo (o ar), simplesmente, não podemos julgar sua inexistência prévia…. Assim, só haverá sucesso como ser humano e seres bem-sucedidos em nossos corações, quando todos vossos elementos estiverem equilibrados sobre uma mesma visão e entendimento, dessa forma, quando vossas bocas se abrirem, somente uma será proferida:

"O amor à vida somente se dá na crença de sermos justos connosco antes de julgar os demais e, o sucesso em nossos actos depende exclusivamente da forma verdadeira em como lidamos connosco primeiramente, para depois atingirmos aos demais"……

 

Pensem….

 

(João Francisco da Costa)

 

publicado por artedasao às 13:33

Quarta-feira, 05 de Dezembro de 2012

(Mais um Elemento Decorativo Trabalhado com Tinta de Vidro)

 

                              >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                              >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Eu descobri:

 

Que ser grande é poder sempre fazer coisas pequenas

Que ser grande é não desistir quando as coisas ficam difíceis

Que ser grande é ter humor para enfrentar os desafios

Que ser grande é simplificar as coisas complicadas

Ser grande não é encostar no tecto com as mãos e sim os outros com a alma

Ter coragem e saber que o medo não é um conselheiro...

Ser grande é ser pequeno no tamanho e grande na vontade

Por isso eu penso sempre...

Insista, persista e nunca desista!

 

(Denise Silvestre)

 

publicado por artedasao às 10:51

Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012

Trabalhado com Guardanapo, Papel de Arroz e Craquelado Transparente

 

                               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Eu sou assim... Duas de mim...

Às vezes três... Quatro... Cinco... Seis...

Sou uma por mês, me diversifico.

Tem horas que grito vivo num conflito, mostro ao mundo minha dor;

Outras horas; só sei falar de amor, a mais romântica, melodramática, estática, chorosa e nervosa, carente e decadente, vingativa e inconsequente!

Aí, quando menos percebo, me transformo em mulher cheia de medo, cheia de reservas, coberta de subtilezas, séria ou sem defesa;

No minuto seguinte, no papel de mulher fatal viro logo a tal... Sou dona do mundo, segura e destemida, altiva e atrevida, rasgo meus segredos ao meio e exponho num roteiro de poesia ou texto...

Agrido, inflamo, conto o que ninguém tem coragem de contar, explico detalhes que é bom nem lembrar...

Sou assim... Várias em mim, sorriso por fora, angústia, toda hora, por dentro um tormento, no rosto, algum sofrimento, no corpo; uma explosão de prazer, nos olhos, meu desejo; deixo perceber.

Melhor nem me conhecer, fique com minhas letras, com as minhas palavras, na vida real sou bem mais complicada.

Sou mil em mim e quem tentou, descobriu que viver ao meu lado é viver dentro de um campo minado...

Quem esteve nele... Quis fugir...

E quem ficou... Viu tudo explodir!

Passei pelo nascimento e pela morte, alegria e sofrimento, céu e inferno; e no final eu reconheci que estou em tudo e que tudo vive em mim.

 

(Elaine Bettini de Souza)

 

publicado por artedasao às 10:54

Domingo, 04 de Novembro de 2012

Mais um Trabalho realizado com Técnica do Guardanapo e Craquelado

 

                                 »»»»»»»»»»««««««««««

                                 »»»»»»»»»»««««««««««

 

O vaso de porcelana e a Rosa

O Grande Mestre e o Guardião dividiam a administração de um mosteiro Zen. Certo dia, o Guardião morreu e foi preciso substituí-lo.

O Grande Mestre reuniu todos os discípulos para escolher quem teria a honra de trabalhar directamente ao seu lado.

Vou apresentar um problema – disse o Grande Mestre. – E aquele que o resolver primeiro será o novo Guardião do Templo.

Terminado o seu curtíssimo discurso, colocou um banquinho no centro da sala. Em cima estava um vaso de porcelana caríssimo, com uma rosa vermelha a enfeitá-lo.

Eis o problema – disse o Grande Mestre.

Os discípulos contemplavam, perplexos, o que viam: os desenhos sofisticados e raros da porcelana, a frescura e a elegância da flor. O que representava aquilo? O que fazer? Qual seria o enigma?

Depois de alguns minutos, um dos discípulos levantou-se, olhou o Mestre e os alunos à sua volta. Depois, caminhou resolutamente até o vaso, e atirou-o no chão, destruindo-o.

Você é o novo Guardião – disse o Grande Mestre para o aluno.

Assim que ele voltou ao seu lugar, explicou:

Eu; fui bem claro: disse que vocês estavam diante de um problema. Não importa quão belo e fascinante seja, um problema tem que ser eliminado.

“Um problema é um problema; pode ser um vaso de porcelana muito raro, um lindo amor que já não faz mais sentido, um caminho que precisa ser abandonado – mas que insistimos em percorrê-lo porque nos traz conforto”.

“Só existe uma maneira de lidar com um problema: atacando-o de frente”.

Nessas horas, não se pode ter piedade, nem ser tentado pelo lado fascinante que qualquer conflito carrega consigo”.

 

(Paulo Coelho)

 

publicado por artedasao às 13:33

Terça-feira, 30 de Outubro de 2012

Trabalhado com Papel de Arroz

 

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

 

O sonho

 

Sonhe com aquilo que você quer ser,

Porque você possui apenas uma vida

E nela só se tem uma chance

De fazer aquilo que quer.

 

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.

Dificuldades: para fazê-la forte.

Tristeza para fazê-la humana.

E esperança suficiente para fazê-la feliz.

 

As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.

Elas sabem fazer o melhor das oportunidades

Que aparecem em seus caminhos.

 

A felicidade aparece para aqueles que choram.

Para aqueles que se machucam

Para aqueles que buscam e tentam sempre.

E para aqueles que reconhecem

A importância das pessoas que passaram por suas vidas.

 

(Clarice Lispector)

 

 

publicado por artedasao às 10:20

Domingo, 28 de Outubro de 2012

Técnica com Papel de Arroz

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

                                   »»»»»»»»»»««««««««««

 

A vida é justa?

Estou farto de ver pessoas morando em barracas de madeira.

Enquanto outras têm mansões e carros importados.

Por que as pessoas se separam dessa maneira?

Uns têm tudo enquanto outros são castigados.

 

Nessa vida o que manda é o dinheiro e o poder.

Então para que é importante o saber?

Ainda existem muitas pessoas que se preocupam em ajudar.

Seria bom mesmo se todos pudessem apoiar.

 

Eu estudo para ter um salário alto.

Mas não é mais fácil virar jogador de futebol?

Posso também pegar uma arma e dizer: “É um assalto”

Mais um dia acordo e vejo aquele sol.

 

Pessoas ricas e pobres trabalham no mesmo lugar.

Mais com cargos totalmente diferentes.

Mas não sei se desistiram de lutar.

Ou então acabaram ficando descrentes.

 

(Leonardo Santos Medeiros)

 

publicado por artedasao às 12:09

Domingo, 02 de Setembro de 2012

                                     >>>>>>>><<<<<<<< 

 

                                     >>>>>>>><<<<<<<<

Assim como harmonizamos comida com vinho, roupa com acessórios, devemos buscar nossa harmonia com o Universo.

Ele (o Universo) está aí, pronto, esperando que nos harmonizemos com ele,

Ele está aí tocando música o tempo todo, esperando que dancemos no mesmo compasso.

Harmonizar-se é entrar em contacto, é não desistir dos sonhos, é seguir no ritmo, para frente e para o alto.

Quando sonhamos, materializamos os nossos desejos, formamos a imagem daquilo que desejamos, mas aí, por pura fraqueza, desistimos, achamos "grande" demais para nós.

Já que materializamos, essas coisas existem, nós as construímos e agora estão em algum lugar, armazenadas, talvez acumulando poeira, mofando...

Estão todas em prateleiras, gavetas, armários a espera que você as resgate, que você volte a sonhar e, melhor, buscar.

Para harmonizar-se, precisamos estar preparados não só para seguir os ritmos e as nuances do Universo mas dar sequência nisso tudo.

Harmonia não é todo mundo tocando a mesma nota.

Uma orquestra só produz música com vários instrumentos, várias notas e vários tons.

Toque a sua nota, com o seu instrumento, mas não perca o ritmo.

Então, da harmonia à felicidade.

Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz estão em harmonia.

 

(Ricardo Davet)

 

publicado por artedasao às 16:37

Sexta-feira, 31 de Agosto de 2012

                                   >>>>>>>><<<<<<<<

                                   >>>>>>>><<<<<<<<

Um Pai contava histórias na hora da refeição

Nos olhos atentos dos filhos, nenhuma divagação

Os pratos vazios, as bocas ávidas por uma refeição

 

Àquela lastimável situação, ele queria abrandar

A fome de seus filhinhos

Ele tentava de alguma forma disfarçar

Ele lia em voz alta com muita empolgação!

Porém os seus olhos estavam tristes,

Exibiam a amargura cravada no coração

 

 Quando viu seus pequeninos caindo no sono, parou de ler

 E ficou a pensar no dia seguinte, no que iria fazer!

 Quem sabe conseguiria um emprego

 E diria adeus para aquele pesadelo?

 Então a sonolência veio e ele procurou o sossego

 E sentindo muita pena dos seus entes queridos,

 Adormeceu nos braços da esperança e do medo!

 

 Janete Sales (Dany)

 

publicado por artedasao às 13:47

Quarta-feira, 27 de Junho de 2012

A arte é tudo o que sinto

É alma dentro de mim

É como água corrente

Jorrando sem nunca ter fim

 

É como um estado de alma

Forte amargo e sereno

Que desperta e acalma

Me realiza em pleno

 

É ver o sol nascer

Na manhã que clareia

É como ver o deserto

Num pequeno grão de areia

 

É tudo aquilo que amo

Sem dor tristeza ou mágoa

É ver o oceano

Numa simples gota de água

 

(Arte da São--- 9/06/2012)

                                         »»»»»»»«««««««

                                         »»»»»»»«««««««

 

tags: ,
publicado por artedasao às 11:54

Terça-feira, 12 de Junho de 2012

"Não considere doloroso o que é bom para você."

 

(Eurípedes)

                                     »»»»»»»«««««««

                                     »»»»»»»«««««««

Découpage e Técnica de Flocos

 

publicado por artedasao às 18:34

Sexta-feira, 18 de Maio de 2012

A hora de consertar o telhado é quando o sol está brilhando.

 

(John Kennedy)

                                     »»»»»»»«««««««

                                     »»»»»»»«««««««

 

publicado por artedasao às 11:39

Domingo, 13 de Maio de 2012

"Há quem passe pelo bosque e só veja lenha para a fogueira."


(Tolstoi)

                                          »»»»»»»«««««««

                                          »»»»»»»«««««««

 

tags: ,
publicado por artedasao às 14:20

Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

"O Sonho e a Esperança são dois calmantes

que a Natureza concede ao ser Humano"

 

(Frederico)                                                                       

                                               »»»»»»»

 

                                                »»»»»»»

                                               »»»»»»»                                 (Partilha)

publicado por artedasao às 16:27

Segunda-feira, 16 de Abril de 2012

A Arte Consiste em Fazer da Vida uma Obra de Arte

 

(Mahatma Gandhi)

 

 

                                        »»»»»»»»»»»»»»»»

 

 

tags: ,
publicado por artedasao às 14:23

pesquisar
 
Abril 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro