TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Sábado, 26 de Outubro de 2013

Os poderosos podem matar uma, duas ou três Rosas, mas jamais conseguirão deter a Primavera inteira. 

(Che Guevara)


                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Rosas Vermelhas

  

Numa tarde maravilhosa

Tu vieste-me visitar

E nas mãos com um buquê de rosas

De presente a me ofertar

 

Um buquê de rosas vermelhas

Significado da paixão

A cor que simboliza o amor

E o sentimento de um coração

 

A rosa vermelha é a minha preferida

A Rosa vermelha... É pura paixão

E com ela nos cabelos meus é apenas sedução

 

Já que com rosas tu vieste

Com as pétalas delas me banharei

Esperando-te vestindo pétalas, apenas pétalas vestirei!!!


(Cláudia Ferreira de Souza)



publicado por artedasao às 10:34

Segunda-feira, 19 de Agosto de 2013

Leilão de Jardim

Quem me compra um jardim com flores? Borboletas de muitas cores, lavadeiras e passarinhos, ovos verdes e azuis nos ninhos?

(Cecília Meireles)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

 

 

Último Soneto

 

 

Que rosas fugitivas, foste ali!

Requeriam-te os tapetes, e vieste...

--- Se me dói hoje o bem que me fizeste,

É justo, porque muito te devi.

 

Em que seda de afagos me envolvi

Quando entraste, nas tardes que apareceste!

Como fui de percal quando me deste

Tua boca a beijar, que remordi...

 

Pensei que fosse o meu o teu cansaço ---

Que seria entre nós um longo abraço

O tédio que, tão esbelta, te curvava...

 

E fugiste... Que importa? Se deixaste

A lembrança violeta que animaste,

Onde a minha saudade a Cor se trava?...

 

(Mário de Sá-Carneiro)


publicado por artedasao às 12:47

Quinta-feira, 11 de Julho de 2013

(As Três Rosas Mais Uma Das Minhas Pinturas)

 

 

(Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira.)

(Che Guevara)

 

                    >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                    >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Fumo

 

 

Longe de ti são ermos os caminhos

 

Longe de ti não há luar nem rosas

 

Longe de ti há noites silenciosas

 

Há dias sem calor, beirais sem ninhos

 

 

Meus olhos são dois velhos pobrezinhos

 

Perdidos pelas noites invernosas

 

Abertos sonham mãos cariciosas

 

Tuas mãos doces, plenas de carinho

 

 

Os dias são Outonos: choram, choram

 

Há crisântemos roxos que descoram

 

Há murmúrios dolentes de segredo

 

Invoco o nosso sonho, entendo os braços

 

 

E é ele oh meu amor, pelos espaços

 

Fumo leve que foge entre os meus dedos.

  

(Florbela Espanca)

 

publicado por artedasao às 13:38

Quarta-feira, 08 de Maio de 2013

(Travessa em Vidro com Découpage e Papel de Arroz)

 

                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 


 

                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

O Florista

 

 

Havia um garotinho que todos os dias oferecia rosas vermelhas às pessoas que passavam na rua.

 

Para ele, era sagrado.

 

Fizesse chuva ou fizesse sol, não importava: todos os dias lá estava ele a oferecer rosas vermelhas aos que passavam, e sempre com o melhor sorriso no rosto!

 

E havia os que gostavam muito.

 

Havia quem estivesse triste e ficasse alegre.

 

Havia os que ficavam surpresos.

 

E havia até os que iam até ele buscar mais rosas!

 

 

Mas também havia os que dispensavam e até os que reclamavam, como uma certa senhora que falou ao garotinho certa vez:

 

De novo? Outra rosa vermelha?

 

Já estou até cansada de receber todos os dias uma rosa vermelha!

 

Então o garotinho primeiro ficou envergonhado, mas depois, sorrindo, disse para ela:

 

Me perdoe.

 

A senhora merece muito mais do que isso.

 

Por favor, aceite DUAS rosas vermelhas!

 

 

 

(Augusto Branco)

 

publicado por artedasao às 12:38

Terça-feira, 16 de Abril de 2013

(Pintura tridimensional com moldura) 

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Toda pintura, por mais bela que seja,

sem uma moldura é uma pintura e nada mais,

falta-lhe brilho e formosura.

Depois de uma moldura,

uma pintura não é mais uma pintura,

é uma obra de arte.

Assim é o nosso rosto sem um sorriso.

Por mais belo que seja o nosso rosto,

sem um sorriso é um rosto e nada mais.

Com um sorriso, o nosso rosto não é apenas um rosto,

é um retracto de nossa mais expressiva beleza.

Experimente fazer uma plástica automática nesse rosto:

SORRIA!

 

(Nilson Soares)

 

publicado por artedasao às 13:31

Domingo, 07 de Abril de 2013

(Rosa Desabrochando para prazer do nosso Olhar)

 

                               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                               >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Como uma jovem rosa, a minha amada...

Morena, linda, esgalga, penumbrosa

Parece a flor colhida, ainda orvalhada

Justo no instante de tornar-se rosa.

 

Ah, porque não a deixas intocada

Poeta, tu que és Pai, na misteriosa

Fragrância do seu ser, feito de cada

Coisa tão frágil que perfaz a rosa...

 

Mas (diz-me a Voz) por que deixá-la em haste

Agora que ela é rosa comovida

De ser na tua vida o que buscaste

 

Tão dolorosamente pela vida?

Ela é rosa, poeta... Assim se chama...

Sente bem seu perfume... Ela te ama...

 

(Vinícius de Moraes)

 

publicado por artedasao às 11:53

Sábado, 20 de Outubro de 2012

                                     »»»»»»»»««««««««

                                     »»»»»»»»««««««««

A rosa vermelha, a mais doce e desejada entre todas as outras, simboliza o amor.

A rosa vermelha, a mais amena e admirada. Donaire tem sua cor.

 

Quando acompanhadas por rosas brancas,

O ramalhete assume vigor de união.

Um buquê dotado de esperanças,

Colecciona olhares de admiração.

 

Apresentando tons escuros, referem-se a uma inconsciente beleza;

''Não saia de perto de mim...'' -lhe diz a mãe Natureza.

 

Olhares fixam-se a elas,

E elas meigas e sensuais,

Tornando-se ainda mais belas

Para fixarmos mais.

 

Pétalas da paixão, ao serem contempladas, despertam suave prazer ao coração.

Pétalas da paixão, quando desabrochadas, narram terna e divina gratidão.

Pétalas da paixão fazem-me lembrar centelhas em noite de escuridão.

Pétalas da paixão, essência que motiva um eclipse da dor no coração.

 

Bonitas e espampanantes,

Lembrando belos amantes.

Chamativas e perfumadas,

Para lindas horas esperadas.

 

(Paloma Fernanda)

 

 

publicado por artedasao às 10:52

Sábado, 08 de Setembro de 2012

                                    »»»»»»»»««««««««

                                    »»»»»»»»««««««««

Talvez não ser,

É ser sem que tu sejas,

Sem que vás cortando

O meio-dia com uma

Flor azul,

Sem que caminhes mais tarde

Pela névoa e pelos tijolos,

Sem essa luz que levas na mão

 

Que, talvez, outros não verão dourada,

Que talvez ninguém

Soube que crescia

Como a origem vermelha da rosa,

Sem que sejas, enfim,

Sem que viesses brusca, incitante

Conhecer a minha vida,

Rajada de roseira,

Trigo do vento,

 

E desde então, sou porque tu és

E desde então és

Sou e somos...

E por amor

Serei... Serás...Seremos...

 

(Pablo Neruda)

publicado por artedasao às 14:12

Domingo, 01 de Julho de 2012

São duas flores unidas

São duas rosas nascidas

Talvez do mesmo arrebol,

Vivendo, no mesmo galho,

Da mesma gota de orvalho,

Do mesmo raio de sol.

 

Unidas, bem como as penas

Das duas asas pequenas

De um passarinho do céu...

Como um casal de rolinhas,

Como a tribo de andorinhas

Da tarde no frouxo véu.

 

Unidas, bem como os prantos,

Que em parelha descem tantos

Das profundezas do olhar...

Como o suspiro e o desgosto,

Como as covinhas do rosto,

Como as estrelas-do-mar.

 

Unidas... Ai quem pudera

Numa eterna primavera

Viver, qual vive esta flor.

Juntar as rosas da vida

Na rama verde e florida,

Na verde rama do amor!

(Castro Alves)

                                          »»»»»»»«««««««

                                          »»»»»»»«««««««

publicado por artedasao às 10:47

Sexta-feira, 06 de Abril de 2012

 

"Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,
Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!"

Machado de Assis

 

 

                                           »»»»»»» 

 

Estas Rosas foram plantadas no Meu pequeno Jardim,

tratadas, colhidas e fotografadas por mim.

 

Contemplando estas Maravilhas da Natureza

Desejo a todos uma Páscoa Feliz!

publicado por artedasao às 11:46

pesquisar
 
Abril 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Arte da São
conter12
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro