TRABALHOS de ARTES DECORATIVAS em: Madeira, Vidro, Velas, Chacota, Arte Floral, Eva, Patchwork, Pintura, Fotografia e Scrapbooking

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2013

A saudade é a embalagem mais simples que todo coração insiste em comprar

(Ju Fuzetto) 

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

A minha cama é o chão

 

o meu cobertor é a lua

 

o meu travesseiro é a mão

 

e a minha casa é a rua.

 

(Guibson Medeiros )

 

publicado por artedasao às 11:08

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2013

Se algum dia você receber um convite da tristeza para entrar em sua vida, diga que você já tem compromisso com a ALEGRIA e prometestes ser fiel todos os dias…..

(Flávio Gonçalves Filho)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Como no palco o actor que é imperfeito

Faz mal o seu papel só por temor,

Ou quem, por ter repleto de ódio o peito

Vê o coração quebrar-se num tremor,

 

Em mim, por timidez, fica omitido

O rito mais solene da paixão;

E o meu amor eu vejo enfraquecido,

Vergado pela própria dimensão.

 

Seja meu livro então minha eloquência,

Arauto mudo do que diz meu peito,

Que implora amor e busca recompensa

 

Mais que a língua que mais o tenha feito.

Saiba ler o que escreve o amor calado:

Ouvir com os olhos é do amor o fado.

 

(William Shakespeare)

 

publicado por artedasao às 15:09

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

(Feito de Encomenda)

 

“Chegará um dia que as nossas recordações serão a nossa única riqueza”

(Paul Géraldy)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Recordações

 

Tenho em meu pensamento

Recordações infinitas

Onde um dia te encontrei

Trazendo-me alegria

Que jamais esquecerei

 

*

Um dia você partiu

Da nossa amizade esqueceu

Quem sabe o vento te traga

Lembranças que não se apagam

 

*

Este caminho intenso

Traz grandes recordações

O coração esperando

Mostrando as alegrias

Estampadas nas feições

 

*

Este brilho, reflectido

Trazia-me o teu olhar

Agora esta distância

Nem tenho mais esperança

De ver este brilho intenso

Estampado em teu olhar

 

(Ducarmo de Assis)

 

publicado por artedasao às 12:41

Quarta-feira, 11 de Setembro de 2013

Sorrir é o mais nobre convite para o entendimento.

(Álvaro Granha Loregian)

 

                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

                   >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Sempre bem-vindo.

 

Não há hóspede mais espaçoso que o amor

chega sem convite

permanece sem insistência

repousa em nossa alma

ocupa nossos pensamentos

e por fim, nos paga com saudade.

 

(Walter A. Correia)

 

publicado por artedasao às 13:55

Segunda-feira, 02 de Setembro de 2013

(Mais um trabalho Realizado Por Encomenda)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Mulher

 

Mulher é símbolo de inteligência

De amor, de solução, de confiança

Mulher é paz, é vida, é esperança

É dona de um sorriso maravilhoso

Cativante, belo e harmonioso

Mulher é arte, é canção, é poesia

Mulher é o desejo que queremos todo dia

Suas palavras são suaves, carinhosas

Mulher é flor, é perfume, mulher é rosa

Mulher possui um infinito calor humano

É força nos momentos de fraqueza

É alegria nos momentos de tristeza

É colo, é ternura, é gentileza

Mulher é mãe, é irmã é filha

Mulher é amiga, é companheira

Mulher é uma maravilha...

Mulher é mulher...

É tudo, o que precisamos

É tudo, o que a gente quer.

 

(Reff Carvalho)

 

publicado por artedasao às 14:56

Sábado, 31 de Agosto de 2013

Menino dos olhos verdes

Me dá água pra beber

Não é sede, não é nada...

É só vontade de te ver.

(Rihannasol)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

A Lua (dizem os ingleses),

É feita de queijo verde.

Por mais que pense mil vezes

Sempre uma ideia se perde.

 

E era essa, era, era essa,

Que haveria de salvar

Minha alma da dor da pressa

De... Não sei se é desejar.

 

Sim, todos os meus desejos

São de estar sentir pensando...

A Lua (dizem os ingleses)

É azul de quando, em quando.

 

(Fernando Pessoa)

 

publicado por artedasao às 11:04

Sexta-feira, 30 de Agosto de 2013

(Feita por encomenda, para entrega de Uma Prenda)

 

(A embalagem atrai, mas o que o que nos prende é o conteúdo.) (Eduardo Alencar)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Quando à corte silente do pensar

Eu convoco as lembranças do passado,

Suspiro pelo que ontem fui buscar,

Chorando o tempo já desperdiçado,

 

Afogo olhar em lágrima, tão rara,

Por amigos que a morte anoiteceu;

Pranteio dor que o amor já superara,

Deplorando o que desapareceu.

 

Posso então lastimar o erro esquecido,

E de tais penas recontar as sagas,

Chorando o já chorado e já sofrido,

 

Tornando a pagar contas todas pagas.

Mas, amigo, se em ti penso um momento,

Vão-se as perdas e acaba o sofrimento.

 

(William Shakespeare)

 

publicado por artedasao às 14:37

Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

(Mais Trabalhos em Scrap Feitos Por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

De que são feitos os dias?

- De pequenos desejos,

vagarosas saudades,

silenciosas lembranças.

 

Entre mágoas sombrias,

Momentâneos lampejos:

vagas felicidades,

inactuais esperanças.

 

De loucuras, de crimes,

de pecados, de glórias

- do medo que encadeia

todas essas mudanças.

 

Dentro deles vivemos,

dentro deles choramos,

em duros desenlaces

e em sinistras alianças...

 

(Cecília Meireles)

 

publicado por artedasao às 12:13

Quarta-feira, 28 de Agosto de 2013

(A Arte de Trabalhar Cartolina Passo a Passo)


(Aceito Encomendas)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Por Perto

 

Estarei por perto

na dança do vento

nas folhas que caem

no teu pensamento

nas ondas serenas

a me propagar

 

Estarei por perto

no brilho do sol

na claridade da lua

na areia

na espuma

nas estrelas-do-mar

 

Estarei por perto

na fina garoa

na tempestade que assola

na emoção que devora

nos momentos

nas horas

que hás-de contar

 

Estarei por perto

mais perto que nunca

pois eternizo o momento

neste branco violento

e só eu sei o quanto me custa...

 

Estarei por perto

por já não estar

por ter ido sonhar

 

Enfim estou por perto

 

Estou por perto por ter coragem

Estou por perto por seguir viagem

Estou porque posso voltar

 

Lúcia Gönczy

 

publicado por artedasao às 11:37

Domingo, 25 de Agosto de 2013

(Mais um Trabalho Feito por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Há um pássaro azul no meu coração que quer sair mas eu sou demasiado duro para ele, e digo, fica aí dentro, não vou deixar ninguém ver-te.


Há um pássaro azul no meu coração que quer sair mas eu sou demasiado esperto, só o deixo sair à noite por vezes quando todos estão a dormir. Digo-lhe, eu sei que estás aí, por isso não estejas triste.


Depois, coloco-o de volta, mas ele canta um pouco lá dentro, não o deixei morrer de todo e dormimos juntos assim com o nosso pacto secreto e é bom o suficiente para fazer um homem chorar, mas eu não choro, e tu?

 

(Charles Bukowski)


publicado por artedasao às 14:49

Sábado, 24 de Agosto de 2013

(Não se preocupe com o tamanho da sua oferta; Aquele que recebe sentirá, a grandiosidade da sua intenção ")

(Rose Mary Prates)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

"Fim de Romance "

 

O envelope pequeno, cor-de-rosa, a letra fina, trémula e nervosa traçara um nome: o meu...

 

Abrindo-o, tinha as mãos frias, tremendo, e olhos nublados, sem querer, fui lendo o que ela me escreveu:

 

"... Perdoa, meu amor, se és o culpado deste fim de romance, - o teu ciúme por tanto tempo tem-me torturado que hoje inquietantes proporções assumem.

 

Ele povoou de sombras o meu passado, passado que em tão pouco tempo se resume: alguns anos vazios, e um punhado de sonhos que murcharam, sem perfume.

 

No presente, tornou-nos infelizes...

 

Se te fez desgraçado, a mim também, mas já não quero que te martirizes...

 

É preciso que eu parta e isto te diga, perdoa pois quem tanto te quis bem, sou, tua muito desgraçada amiga..."

 

Vinha depois seu nome, vinha um nome que da minha alma o tempo não consome e eu vivo a soletrar, desde a alvorada até que a tarde desce, se de dia é meu canto, é a minha prece à hora de me deitar!...

 

(j g araujo)

 

publicado por artedasao às 11:39

Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013

(Mais um Trabalho Em scrapbooking, Feito Por Encomenda)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Canção do dia de sempre

 


Tão bom viver dia a dia...

 

A vida assim, jamais cansa...

 


Viver tão só de momentos

 

Como estas nuvens no céu...

 

 

E só ganhar, toda a vida,

 

Inexperiência... esperança...

 

 

E a rosa louca dos ventos

 

Presa à copa do chapéu.

 

 

Nunca dês um nome a um rio:

 

Sempre é outro rio a passar.

 

 

Nada jamais continua,

 

Tudo vai recomeçar!

 

 

E sem nenhuma lembrança

 

Das outras vezes perdidas,

 

Atiro a rosa do sonho

 

Nas tuas mãos distraídas...


 

(Mario Quintana)

 

publicado por artedasao às 18:16

Segunda-feira, 05 de Agosto de 2013

(Álbum Azul para Recordações de Menino Feito de Encomenda)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Quase

 

 

Um pouco mais de sol - eu era brasa.

 

Um pouco mais de azul - eu era além.

 

Para atingir, faltou-me um golpe de asa...

 

Se ao menos eu permanecesse aquém...

 

...

 

Num ímpeto difuso de quebranto,

 

Tudo encetei e nada possuí...

 

Hoje, de mim, só resta o desencanto

 

Das coisas que beijei mas não vivi...

 

 

(Mário de Sá-Carneiro)

 

publicado por artedasao às 12:25

Quinta-feira, 01 de Agosto de 2013

(Com o tempo e com os reencontros, vou preenchendo o álbum da minha vida)

(Roger Stankewski)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Quando eu nasci,

ficou tudo como estava,

Nem homens cortaram veias,

nem o Sol escureceu,

nem houve Estrelas a mais...

Somente,

esquecida das dores,

a minha Mãe sorriu e agradeceu.

 

Quando eu nasci,

não houve nada de novo

senão eu.

 

As nuvens não se espantaram,

não enlouqueceu ninguém...

 

P'ra que o dia fosse enorme,

bastava

toda a ternura que olhava

nos olhos de minha Mãe...

 

José Régio

 

 

publicado por artedasao às 14:15

Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

(Mais um álbum com envelope para colocar recordações, feito por encomenda)

 

                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Publicitário

 

Havia um cego sentado na calçada em Paris, com um boné a seus pés e um pedaço de madeira que, escrito com giz branco dizia:

 

"Por favor, ajude-me, sou cego"

 

Um publicitário parou e viu umas poucas, moedas no boné. Sem pedir licença, pegou o cartaz e o giz, e escreveu outro anúncio e foi embora.  

 

Mais tarde o publicitário voltou a passar em frente ao cego. Agora, o seu boné estava cheio de moedas. O cego reconheceu as pisadas e lhe perguntou se havia sido ele quem reescreveu seu cartaz, querendo saber o que havia escrito ali.

 

O publicitário disse:

 

- Nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras".

 

Sorriu e continuou seu caminho. O cego nunca soube, mas seu novo cartaz dizia:

 

"Hoje é Primavera em Paris e eu não posso vê-la"

 

(Derek Destito)

 

publicado por artedasao às 17:18

Domingo, 28 de Julho de 2013

(Mais um Trabalho Feito por Encomenda)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Poesia

 

Escrever um poema é para mim usar a tinta vermelha saída do coração,

Gravando na alma cada palavra e sentimento, seja ele sonho, realidade ou ilusão,

Futuro ou passado. O principal de tudo é que este sentimento é puro,

É meu tão-somente meu, mas que por palavras eu compartilho, exponho, divulgo.

Para que todos possam também sonhar, pensar, tentar, protestar, amar.

 

Poema é a alma falando, o coração pulsando, o nosso perfume exalando;

É antes de qualquer coisa um grito. Grito de emoção, paixão, do coração cantando.

É preciso sintonia, harmonia, loucura, devaneio, para falar sem rodeio.

Falar de amor e ódio, paz e guerra, alegria e tristeza para quem esta em nosso meio.

Tocar os corações, fazer viajar, levar a pensar, reflectir e ousar a amar.

 

Poesia é ver a beleza da lua, sentir a brisa do mar, mesmo em noite escura.

Encontrar nas palavras acalento, aconchego e das feridas a cura.

Sentir as ondas do mar, pisar na areia fina e delicada.

Caminhar na mente, na imaginação, deixar a alma emocionada.

Poesia é demonstrar o amor, que em nosso íntimo está.

 

(Nivaldo Joaquim)

 

publicado por artedasao às 12:01

Terça-feira, 18 de Junho de 2013

(Scrapbooking em Convites e Envelopes)

 

                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Convite

Venha hoje comigo
Mostrar-te-ei a verdade
Vamos juntos meu amigo
Na prática da caridade

Não é perca de tempo
Amor ao próximo é o pilar
Nasce no sentimento
E se conjuga no praticar

Se tu negar-se a lida
E viver de ilusão
Vivendo uma paz fingida
E não ouvir o coração
Mesmo assim, amigo,
Deus te espera
Ouça se tiver ouvidos para ouvir
Veja com os olhos de ver
Quando tudo fizer sentido
O verbo é claro; Vencer


Moacir Proença Morais


publicado por artedasao às 13:21

Segunda-feira, 20 de Maio de 2013

(O Amor é um Convite de Tortura, que Aceitamos com um Sorriso.)

(Rani Sousa)


                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<



                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<


 

Pastelaria


 

Afinal o que importa não é a literatura nem a crítica de arte nem a câmara escura

 

Afinal o que importa não é bem o negócio nem o ter dinheiro ao lado de ter horas de ócio

 

Afinal o que importa não é ser novo e galante - ele há tanta maneira de compor uma estante

 

Afinal o que importa é não ter medo: fechar os olhos frente ao precipício e cair verticalmente no vício

 

Não é verdade rapaz? E amanhã há bola antes de haver cinema madame blanche e parola

 

Que afinal o que importa não é haver gente com fome porque assim – como - assim ainda há muita gente que come

 

Que afinal o que importa é não ter medo de chamar o gerente e dizer muito alto ao pé de muita gente:

 

Gerente! Este leite está azedo!

 

Que afinal o que importa é pôr ao alto a gola do peludo à saída da pastelaria, e lá fora – ah, lá fora! – Rir de tudo

 

No riso admirável de quem sabe e gosta, ter lavados e muitos dentes brancos à mostra

 

 

(Mário Cesariny)

 

publicado por artedasao às 14:17

Sexta-feira, 03 de Maio de 2013

(Convite Especial Mecânico)

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

O Espectáculo da Vida

 

Que você seja um grande empreendedor. Quando empreender, não tenha medo de falhar. Quando falhar, não tenha receio de chorar. Quando chorar, repense a sua vida, mas não recue. Dê sempre uma nova chance para si mesmo.

Encontre um oásis em seu deserto. Os perdedores vêem os raios. Os vencedores vêem a chuva e a oportunidade de cultivar. Os perdedores paralisam-se diante das perdas e dos fracassos. Os vencedores começam tudo de novo.

Saiba que o maior carrasco do ser humano é ele mesmo. Não seja escravo dos seus pensamentos negativos. Liberte-se da pior prisão do mundo: o cárcere da emoção. O destino raramente é inevitável, mas sim uma escolha. Escolha ser um ser humano consciente, livre e inteligente.

Sua vida é mais importante do que todo o ouro do mundo. Mais bela que as estrelas: obra-prima do Autor da vida. Apesar dos seus defeitos, você não é um número na multidão. Ninguém é igual a você no palco da vida. Você é um ser humano insubstituível.

Jamais desista das pessoas que ama. Jamais desista de ser feliz. Lute sempre pelos seus sonhos. Seja profundamente apaixonado pela vida. Pois a vida é um espectáculo imperdível.

 

(Augusto Cury)

 

publicado por artedasao às 12:42

Quinta-feira, 02 de Maio de 2013

(Convite para Evento Familiar)

 

                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                  >>>>>>>>>>><<<<<<<<<

 

Se estou muito quieta e se recuso todos os convites para a folia, não se incomodem, é a paz instalada no peito, e eu me fazendo a melhor das companhias. Claro que vasculhando tudo encontrei muitos fantasmas, mas, acreditem, existem muitos fantasmas bons. (E me lembro do que escrevi pra alguém que um dia estava passando por um momento semelhante:) que mãos vazias ainda são as melhores para se colher flores...

 

(Carlos Adriano)

 

publicado por artedasao às 15:08

Quarta-feira, 01 de Maio de 2013

(Mais Um  Envelope para Recordações ou Ofertas)

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Vivendo e aprendendo

 

Tenho certeza que alguma coisa aqui dentro mudou. Não sei explicar o quê, mas sinto que algo em mim está diferente. Isso me assusta um pouco porque não sei exactamente o que mudou ou que essa mudança fará de mim.

Às vezes custo a acreditar que o tempo passou tão depressa...

E que levei tanto tempo para perceber só agora as coisas da vida.

Aprendi a valorizar cada pessoa do jeito que ela, realmente é. Aprendi também que paixão, às vezes, não dura para sempre;

Que as pessoas mentem e que confiança só se perde uma vez;

Aprendi que não é preciso muito pra ser feliz.

Ou que o pouco que se tem já é o bastante.

E que temos que valorizar cada conquista porque nunca sabemos

O que realmente conquista-mos de verdade.

Aprendi a nunca desfazer das oportunidades que a vida me tem proporcionado.

E que a felicidade só bate uma vez na porta e temos sempre que estar preparados para que possamos ouvi-la e acompanhá-la sem perder muito tempo...

Aprendi que a pessoa a quem julgava incompreensível era a que, mais se importa comigo. E que amigo de verdade era aquele chato mesmo que vivia, me dando conselho toda hora.

Aprendi também que nada acontece por acaso.

Hoje quero ter a certeza absoluta de poder dizer amanhã, que já fui feliz um dia com alguém e que esse dia é agora. Que fiz a escolha certa. E que valeu a pena tudo que vivi.

Quero recusar todas aquelas coisas que nunca me levaram a nada e poder ir em busca da minha verdadeira felicidade.

Poder me libertar dos meus fantasmas, jogar tudo pro alto e dizer para o mundo que a vida é bem mais colorida e interessante do que ela me apresenta.

 

(Leandro Flores)

 

publicado por artedasao às 12:01

Terça-feira, 30 de Abril de 2013

(Envelope para ofertar um Álbum de recordações)

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

O Jardim

 

Existe um jardim antigo com o qual às vezes sonho,

Sobre o qual o sol de Maio despeja um brilho tristonho;

Onde as flores mais vistosas perderam a cor, secaram;

E as paredes e as colunas são ideias que passaram.

 

Crescem heras de entre as fendas, e o matagal desgrenhado

Sufoca a pérgula, e o tanque foi pelo musgo tomado.

Pelas áleas silenciosas vê-se a erva esparsa brotar,

E o odor mofado de coisas mortas se derrama no ar.

 

Não há nenhuma criatura viva no espaço ao redor,

E entre a quietude das cercas não se ouve qualquer rumor.

E, enquanto ando, observo, escuto, uma ânsia às vezes me invade

De saber quando é que vi tal jardim numa outra idade.

 

A visão de dias idos em mim ressurge e demora,

Quando olho as cenas cinzentas que sinto ter visto outrora.

E, de tristeza, estremeço ao ver que essas flores são

Minhas esperanças murchas e o jardim, meu coração.

 

(H. P. Lovecraft)

 

publicado por artedasao às 18:19

Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

(Álbum de Bebé para mais tarde Recordar com Envelope de Oferta)

 

                                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                  >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Paz é o sorriso puro

Do bebé que dorme sonhando,

É o beija- flor que saltita

Coreografias desenhando.

 

Paz é o olhar da lua

Sentinela dos namorados,

É o gosto de ser tua

Hoje e também no passado.

 

É a brisa refrescante

Que acaricia minha face,

É a fisionomia tranquila

De quem não usa disfarce.

 

É a luz do vaga-lume

Piscando na escuridão,

É o amor sem ciúme

Que prende meu coração.

 

Paz é o sol nascendo

É o grilo que faz cri, cri,

Paz é o teu despertar

Quando estou perto de ti.

 

Paz é o regato manso

Que desliza sobre a areia,

É o amor que nos une

Como sangue em nossas veias.

 

(IsisDumont)

 

publicado por artedasao às 17:41

Sexta-feira, 26 de Abril de 2013

(Convite para um Qualquer Evento)

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

Onde está a felicidade? No amor, ou na indiferença? Na obediência, ou no poder? No orgulho, ou na humildade? Na investigação, ou na fé? Na celebridade, ou no esquecimento? Na nudez, ou na prosperidade? Na ambição, ou no sacrifício? A meu ver, a felicidade está na doçura do bem, distribuído sem ideia de remuneração. Ou, por outra, sob uma fórmula mais precisa, a nossa felicidade consiste no sentimento da felicidade alheia, generosamente criada por um ato nosso.

 

(Rui Barbosa)

 

publicado por artedasao às 13:41

Quinta-feira, 25 de Abril de 2013

(Convite para Aniversário de Casamento)

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

 

                                 >>>>>>>>>><<<<<<<<<<

 

Até que a morte os separe

 

O filósofo Arthur Schopenhauer disse que o casamento é uma dívida que se obtém na juventude e se paga na velhice, mas na época em que ele disse isso a separação era algo praticamente incomum, e de facto só a morte separava um casamento, o que fazia talvez com que os maridos mandassem assassinar suas mulheres e elas, seus maridos.

 

Hoje em dia as coisas estão mais fáceis, as pessoas terminam tão rápido, às vezes só até acabar a lua-de-mel, mas o padre ainda continua dizendo a sentença final: até que a morte os separe. Seria mais fácil dizer “até quando vocês não aguentarem mais olhar para cara um do outro”, pois sempre chega esse momento, uns casais preferem terminar, outros preferem se torturarem e empurrar com a barriga, até que finalmente a morte os separe...

 

Essa coisa de casamento precisa ser inovada, ter novas regras, acompanhar a mudança de século, acompanhar as mudanças climáticas, as vontades. Precisa ter uma nova cara, sinceramente, não conheço uma pessoa que seja casada e completamente satisfeita, ou feliz por inteira. O casamento deveria completar os espaços que faltam para gente ser feliz por inteiro, mas isso só acontece no começo, na lua-de-mel, afinal a lua-de-mel é para adoçar o começo, pois depois é uma amargura que só.

 

Tudo bem que eu ainda não sou casado, talvez não seja assim mesmo, mas pelos exemplos que vejo, já estou traumatizado, mas de uma coisa eu tenho certeza, a sentença final deveria mudar, os Padres deveriam dizer: Até que o Amor acabe.

 

(Maicon Carlos)

 

publicado por artedasao às 13:59

pesquisar
 
Abril 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan
Últ. comentários
Olá Maria da Conceição!Encontrei ao acaso o seu bl...
Gostei imenso... De encontrar esses versos soltos ...
Maravilhosa tarde de segunda-feira para ti doce am...
Muito interessante!! Eu nunca tinha visto jarros c...
Uma fotografia muito linda!! Adoro pavões!!
Mais um belo poema e uma fotografia perfeita!!
Gostei muito deste poema!! Verdadeiramente encanta...
Muito linda
Ouvir o eco de nossas próprias palavras nos dá a i...
Belo poema, imagem ainda melhor!Dylan

blogs SAPO


Universidade de Aveiro